Índice de Sustentabilidade Dow Jones: CMPC é premiada como uma das empresas florestais mais sustentáveis do mundo

02/12/2020

Segundo lugar global demonstra o compromisso genuíno da companhia com as práticas de ESG

A CMPC foi reconhecida no mercado internacional como uma das empresas mais sustentáveis do mundo segundo o Dow Jones Sustainability Index (DJSI). Iniciativas práticas de sustentabilidade, inovação, melhoria contínua, e geração de valor compartilhado, além de moverem a empresa e a permitirem chegar nos seus primeiros 100 anos de existência, também a fizeram conquistar a segunda posição no ranking, na categoria mercados emergentes (Emerging Markets Index).

O resultado reforça a posição da companhia como uma das empresas líderes no tema e alinha suas práticas a crescente demanda da sociedade por processos e produtos oriundos de matérias-primas sustentáveis, que gerem o menor impacto possível e contribuam para resolver os desafios ambientais da sociedade contemporânea.

“Mais um resultado que premia nossa busca pela excelência das iniciativas que a CMPC tem desenvolvido nos últimos anos. Para nós a sustentabilidade não é um adjetivo ou uma prática que, de vez em quando, escolhemos fazer, dependemos da natureza para que o nosso ciclo produtivo se perpetue. Nossas práticas de ESG fazem parte da nossa rotina operacional, do nosso negócio, do nosso propósito”, destaca o diretor-geral da CMPC no Brasil, Mauricio Harger. Ele acrescenta que a empresa vem investindo cada vez mais em pesquisas, desenvolvimento e melhoria de processos para transformar sua matéria-prima renovável em alternativas mais sustentáveis para o dia a dia das pessoas como embalagens diversas e produtos de higiene pessoal.

A CMPC alcançou um total de 71 pontos, avançando seis em relação ao resultado do DJSI 2019, que representa uma alta de 17 pontos no ranking geral. “Esse resultado é a melhor prova de que o caminho adotado pela CMPC há alguns anos é o correto. Para nós, a sustentabilidade não só é parte do negócio, mas também da convicção de que, sem uma atuação sustentável não há negócio”, afirmou o CEO do Grupo CMPC, Francisco Ruiz-Tagle.

Uma companhia centenária que atua por soluções do futuroCom uma cultura organizacional de respeito às questões de sustentabilidade econômica, práticas ambientais sustentáveis e de responsabilidade social, a CMPC concentra seus esforços na bioeconomia circular pensando nos seus próximos 100 anos. Isso significa produzir de forma sustentável, com qualidade superior e competitiva, agregando valor para os acionistas e clientes, e criando oportunidades de desenvolvimento para seus colaboradores e comunidades locais.

“A celulose é um dos polímeros mais abundantes do planeta e pode ser uma das respostas mais eficientes frente aos desafios ambientais. Essa premiação comprova que nosso empenho em ter processos mais circulares contribui de fato para os compromissos de desenvolvimento sustentável. Na CMPC atuamos com a premissa de promover cada vez mais iniciativas que gerem valor compartilhado, com a inserção de comunidades vulneráveis em nossa cadeia produtiva, a capacitação e contratação local de pessoas e fornecedores locais”, ressalta o diretor de Relacionamento Institucional, Comunicação e Sustentabilidade da CMPC no Brasil, Daniel Ramos.

Na carteira de ações ambientais destaca-se que, na unidade industrial do Brasil, a empresa é zero resíduo em aterros sanitários, já que transforma 99,8% dos resíduos oriundos da produção de celulose em novos 15 produtos, empregando 95 pessoas e gerando uma receita anual de cerca de cerca de 4 milhões de reais anuais.A empresa assumiu o compromisso de reduzir 50% de suas emissões de gases de efeito estufa, diminuir em 25% o uso de água em seus processos industriais e conservar e aumentar em 100 mil hectares as áreas de conservação, além dos mais de 320 mil hectares que a companhia já preserva no Chile, na Argentina e no Brasil, tudo isso até 2030.

Entenda melhor o DJSI

Criado em 1999, o Índice Dow Jones de Sustentabilidade (DJSI) é um indicador de performance das empresas líderes em sustentabilidade em nível global. É um dos mais importantes índices mundiais de sustentabilidade. A composição do DJSI decorre de uma avaliação feita pela S&P Global, empresa especializada em investimentos.

Pelo sexto ano consecutivo o grupo CMPC foi selecionado para fazer parte do Índice Dow Jones de Sustentabilidade do Chile, pela quarta vez na categoria MILA Pacific Alliance, que classifica 30% das empresas listadas pela Standard & Poor’s (S&P) com melhor desempenho no Chile, Colômbia, México e Peru, e pela segunda vez no índice Emerging Markets. A CMPC é líder no setor florestal nesses três itens.